Contenido principal del artículo

  • Osvaldino Marra Rodrigues
Osvaldino Marra Rodrigues
Vol. 2 Núm. 1 (2010): Teorías de la verdad, REFLEXIONES Y COMENTARIOS, Páginas 133-140
DOI: https://doi.org/10.24310/Claridadescrf.v2i0.3931
Derechos de autor Cómo citar

Resumen

Hegel foi o último filósofo a expor a Filosofia enquanto Sistema. Ele é da tradição platônica onde o Absoluto se desdobra  internamenteenquanto Sistema. Hegel foi o iniciador, antes mesmo de Heidegger e Gadamer, da hermenêutica. Crítico de Kant, demonstrou que a vigência de dois mundos paralelos não passa de ilusão de uma razão demasiado apegada à sacralidade da coisa em si . Hegel demonstrou, muito antes de Heidegger, que ser e tempo possuem uma imbricação ontológica, que o horizonte do Dasein está  no percurso mesmo para o Ser, e que este se desdobra enquanto história, e que o “caminho que sobe e o que desce” é o mesmo. Pela Fenomenologia do Espírito demonstra o que percurso da consciência que sobe em direção ao Absoluto, trilhado com seriedade, dor, paciência e o trabalho do negativo (PhG, § 9) é, simultaneamente, Ontologia e Ciência.

Detalles del artículo